Release do cantor Léo Pillo
Em carreira solo, cantor Léo Pillo leva ao público a mistura do arrocha com o forró estilizado

Com 31 anos de estrada e acumulando trabalhos no cenário musical, o cantor e compositor, Léo Pillo dá um passo importante na carreira artística. Ele agora está em carreira solo.

Alegre e extrovertido, o cantor tem uma forte ligação com o Forró. Dentro do cenário pernambucano, Léo Pillo teve passagens marcantes em alguns grupos musicais, como na Banda Mister Som, Labaredas, Fantásticos, Aquários, Mil Milhas, Banda do Mestre Camarão e Forró Chicote, onde viveu a maior parte da carreira musical e ficou conhecido por interpretar a canção “Não vivo sem você” junto com a cantora Valéria Wanda. A música estourou nas principais capitais da região Nordeste no fim da década de 90. Fortaleza (CE), Teresina (PI), João Pessoa (PB),Maceió (AL) e Salvador (BA), foram alguns centros onde o single teve grande aceitação. Com o grupo, o cantor gravou oito CDs.

Agora com um novo passo em sua carreira, o cantor surge com uma proposta musical diferente na indústria fonográfica. Com o slogan “Respeite o Tiozão”, Léo Pillo promete conquistar um novo público com a mistura do forró estilizado e o arrocha.

De acordo com o músico, o slogan visa atrair todo e qualquer público sem distinção de idade. “No forró moderno encontramos artistas com a faixa etária de idade até os 30 anos cantando para um público jovem. A proposta do slogan “Respeite o tiozão” surge como um diferencial para atrair a atenção do público com essas e outras faixas etárias”, disse.

Com o trabalho em parceira com o Maestro Parrô e o tecladista Alex Sales, Léo Pillo traz os hits “Se achando o gostosão” e “A catraca rodou”, ambas compostas pelos três músicos.

“A música “Se achando o gostosão”fala do cara que tem uma aparência física agradável, é rico e ostentador, mas no fim das contas ninguém quer ficar com ele por conta da maneira que ele se comporta. Ele é mal-educado e esnobe. Já o hit “A catraca rodou” conta a história de um casal que vai para uma festa noturna, mas a mulher acaba abandonando o namorado. Sem esperança que ela volte, ele acaba se afogando na bebida, mas eis que surge um amor antigo e o homem acaba embarcando neste novo relacionamento”, explica Léo Pillo.

Nascido em 23 de março de 1965 e natural de Recife (PE), o cantor e compositor Léo Pillo teve o primeiro contato com a música no fim da década de 80 onde ingressou aos 23 anos de idade na Banda Mister Som.

Léo Pillo deixou sua marca nos discos e por onde passou, manteve um alto nível de qualidade nas apresentações musicais.

Contatos:
Léo Pillo: (81) 9.8701.6159
Maestro Parrô: (81) 9.8851.9711
Alex Salles: (81) 9.9494.8831
Fellipe Leandro: fellipe.leandro2@gmail.com
















Todos os direitos reservados © T.C.M. Cabeça de Galo
Desenvolvido por WSS e Amaro Batista